Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 9357-1951 | (31) 3292-7257 contato@evotekone.com.br
alanina

Alanina – O que é e quais são os benefícios?

A alanina é um aminoácido que ajuda o corpo a converter glicose simples em energia e eliminar o excesso de toxinas do fígado. Os aminoácidos são os blocos de construção das proteínas e são fundamentais para a construção de músculos fortes e saudáveis ​​- a alanina ajuda a proteger as células contra danos durante a atividade aeróbica intensa, quando o organismo canibaliza as proteínas musculares para ajudar a produzir energia.

A alanina é crucial para preservar níveis equilibrados de nitrogênio e glicose no corpo, o que faz através de uma série de ações químicas chamadas de ciclo de alanina. Durante o ciclo da alanina, qualquer excesso de aminoácidos (proteínas) nas células ou tecidos é transferido para uma molécula receptora chamada piruvato, que é produzida pela quebra da glicose.

O piruvato é então convertido em alanina e transferido para o fígado. O fígado extrai o nitrogênio da alanina e converte parte do mesmo em piruvato, que pode ser usado para produzir mais glicose. Qualquer excesso de nitrogênio é então convertido em ureia e expelido do corpo durante a micção. Este ciclo, glicose – piruvato – alanina – piruvato – glicose, ajuda a suprir o corpo com a energia de que necessita para sustentar a vida celular.

Também garante que um suprimento constante de piruvato esteja disponível para permitir a síntese de glicose e aminoácidos no corpo.

Para que serve a alanina?

alanina - formula quimica

alanina – formula quimica

A alanina desempenha um papel fundamental na manutenção dos níveis de glicose e, portanto, no fornecimento de energia ao organismo. O vírus Epstein-Barr e a síndrome da fadiga crônica têm sido associados a níveis excessivos de alanina e baixos níveis de tirosina e fenilalanina. A alanina também pode ajudar a regular o açúcar no sangue. Uma pesquisa descobriu que, para pessoas com diabetes insulino-dependente, tomar uma dose oral de L-alanina efetivamente impede a hipoglicemia noturna.

Como o fluido na próstata contém alanina, existe a toriaque, aminoácido pode ajudar a tratar a hiperplasia prostática benigna, uma condição na qual a próstata se torna aumentada e causa desconforto ao urinar. Em um estudo, os participantes com hiperplasia prostática benigna tomaram 780 miligramas de alanina, glicina e ácido glutâmico por dia durante duas semanas, depois 390 miligramas desses três aminoácidos pelos próximos dois meses e meio, e viram uma redução significativa nos sintomas.

Boas fontes de alanina são carne, frango, ovos, laticínios e peixe. Alguns alimentos ricos em proteínas, como o abacate, também fornecem alanina. Há também uma série de suplementos contendo alanina disponíveis no mercado. Pessoas com doença hepática ou renal devem consultar um médico antes de tomar qualquer suplemento de aminoácidos.

Leave a comment