Abertura de porta - Chaveiro BH 24 horas
Belo Horizonte - Minas Gerais (31) 3292-7257 Segunda - Sexta - 8:00 às 18:00
Abertura de porta

Abertura de porta

Abertura de porta

Apesar dos luxos que temos acesso aos dias de hoje, a história das portas pode ser contada a partir de um princípio básico desse objeto e de uma necessidade básica que todo ser humano deseja: o ser humano. Surgiram as casas e, por consequência, a necessidade de defender seus bens que eram guardados dentro das mesmas, já que deixar tudo aberto facilitaria bastante os roubos. Assim, portas e também janelas apareceram, mesmo que de forma simples, mas já com materiais que são base para a fabricação até nos dias atuais.

As portas começaram da maneira mais básica possível: pequenas tábuas de madeira em formato retangular para separar as casas e os cômodos, mas na medida que o tempo foi passando, os artesãos foram adquirindo mais habilidades, o que promoveu uma diversificação maior nas formas dessas portas.

Portas começaram a ficar famosos nos templos, por exemplo. Durante o reinado de Salomão em Israel, por exemplo, seus templos possuíam portas fabricadas a partir de madeira de oliveira, que tinha como característica sua força e durabilidade, além de uma cor que as diferenciava das outras portas. Isso foi uma influência forte para a madeira de oliveira se tornar a escolha popular na época.

As portas passam por modificações em sua história, além de terem certa relevância em alguns períodos e culturas da humanidade. Quando falamos em Reino Unido, por exemplo, podemos facilmente citar a era vitoriana e suas portas. A era vitoriana foi o período onde a Rainha Vitória estava no poder, durante boa parte do século XIX (mais especificamente entre 1837 e 1901). Mas por que portas desse período ficaram conhecidas como especiais? Vamos explicar abaixo.

As portas na era vitoriana

A porta da frente era muito importante na era vitoriana, pois fornecia uma declaração sobre a riqueza dos ocupantes. Uma porta da frente vitoriana tinha de transmitir a impressão certa às pessoas que se aproximavam e àquelas que passavam pela rua.

Na era vitoriana, as portas eram geralmente apaineladas e elaboradamente esculpidas, elas seriam cercadas por uma moldura de porta com imponente arquitrave para combinar com a porta, às vezes esculpida e depois pintada ou granulada para parecer mais cara. Eles usavam vitrais e móveis de porta de latão reluzente que eram polidos diariamente pelos empregados domésticos, o efeito geral, mesmo em uma pequena casa, seria impressionante. Qualquer que seja o estilo ou o status da casa, uma imponente porta de entrada embutida com painéis de vidro era uma característica essencial da maioria das entradas vitorianas.

Se não houvesse alpendre, algumas portas tinham um capô acima, para protegê-lo do clima. As cores usadas nas portas se tornaram mais brilhantes durante o século.

Muitas portas ainda tinham luzes de teto acima, tipicamente no estilo tradicional georgiano, mas decoradas com intrincados desenhos de ferro. No entanto, o desenvolvimento de vidros e a fabricação de painéis de vidro maiores no final da década de 1830 permitiram que o vidro fosse incorporado à porta da frente. Inicialmente, apenas os dois painéis superiores eram envidraçados, mas, em 1880, toda a metade superior de uma porta poderia incluir painéis com chumbo e vitrais coloridos padronizados.

O renascimento gótico e o movimento Arts and Crafts, em meados do século em questão, resultaram no ressurgimento do interesse pelo uso de vitrais. As portas estavam sendo decoradas com belos painéis de vidro, criados por William Morris com padrões florais e desenhos baseados em temas medievais. Morris incentivou a arte de pintar o vidro e os vitrais. No final do século Art Nouveau tornou-se moda e as formas curvas foram particularmente bem adaptadas aos desenhos de vitrais.

Em contraste com as impressionantes portas da frente das casas de classe média e alta, muitas casas simples tinham portas básicas de madeira, feitas de encaixe de língua e ranhura, com tábuas horizontais para fortalecer as tábuas. A porta encurralada também foi encontrada nas entradas dos fundos.

O ferro fundido era um metal popular usado na mobília da porta na primeira metade do século, projetos para maçanetas, aldravas e dobradiças ecoaram de volta ao século anterior, com desenhos como cabeças de leões, golfinhos e urnas. Em 1850, o uso de latão tornou-se mais difundido e as portas da frente tinham puxadores de latão brilhante, placas de dedo e caixas de correio. Uma visão muito imponente. Raspadores de pé de ferro fundido também eram uma característica tradicional ao lado de uma porta da frente. Números de casas gravados em painéis de vidro ou em metal começaram a aparecer nas portas da frente.

Abertura de porta BH

Como quase tudo que cerca o ser humano, as portas hoje em dia apresentam uma grande variedade de modelos e estilos. Você pode escolher o material de fabricação de acordo com suas intensões de decoração, além dos diferentes modelos que existem atualmente a partir de suas peculiaridades. Por exemplo, o tipo de abertura é agora uma característica fundamental a ser analisada na hora de escolher sua porta. Isso tem ligação com as demais peças da porta e também com sua decoração.

As modernidades arquitetônicas dos tempos atuais ampliaram sua gama de opções, com designs modernos até quando o assunto é uma simples abertura de porta. Confira abaixo alguns tipos de abertura de porta bem reconhecidos e utilizados:

Porta de correr: evitando que você para manter a porta aberta ela ocupe um espaço do cômodo em questão, a porta de correr é uma boa opção para economizar espaço.

Porta pivotante: essa ainda mais moderna, também proporciona ganho de espaço a medida que esse tipo de porta gira em torno de um eixo vertical.

Porta de giro e basculante: aquelas portas que possuem uma estrutura que pode ser aberta para promover ventilação enquanto a estrutura principal continua fechada.

Porta sanfonada: como é possível interpretar pelo próprio nome, esse tipo de porta abre para o lado em formato de sanfona.

Outro ponto que pode ser pensado sobre abertura de porta é se existe um padrão para o lado que ela deve ser aberta. Essa dúvida pode ser comum e, para resolvê-la, deve-se levar em consideração o tipo de porta instalada e qual será a sua funcionalidade no contexto em que está inserida.

Profissionais em instalação de portas saberão te recomendar qual o lado ideal para abertura de sua porta com uma análise dela e do local. No Brasil, é mais comum portas com abertura para dentro do ambiente, até por questões de segurança.

 

Leave a comment