Chevrolet Vectra - Chaveiro BH 24 horas
Belo Horizonte - Minas Gerais (31) 3292-7257 Segunda - Sexta - 8:00 às 18:00

Chevrolet Vectra

Chevrolet Vectra – Os automóveis, bens materiais bastante comuns na vida do cidadão brasileiro, possuem um mercado vasto, cheio de opções com diferentes vantagens e preços, atendendo o gosto de cada pessoa. Ao longo dos anos, muitas marcas optam por perpetuar uma única linha, mudando sua aparência e dando a esta novas gerações, com motores mais modernos e seguindo a época em que se vive.

Contudo, não foi o que aconteceu com o Monza, que teve o Vectra como herdeiro. Nesse texto falaremos mais desse sedan bastante adorado entre os brasileiros, passando por seu lançamento e suas variadas versões ao longo dos anos após a sua criação.

História do Chevrolet Vectra

O Monza, sucesso de vendas em todo o mundo e carro produzido originalmente pela Opel, empresa alemã filial da americana General Motors, segundo a fabricante, tinha dado o que tinha que dar e precisava ser substituído. Dessa forma, projetou e desenvolveu um novo Sedan, o qual possuía uma aerodinâmica impressionante, principalmente para seu tamanho, já que era um veículo grande.

Desse modo, a fabricante agora só precisava dar um nome para a nova linha. Derivado da palavra inglesa vector, a qual significa “vetor”, nasceu o Vectra, sedan de grande sucesso em todo o mundo. Em 1988, o carro foi apresentado no Salão de Paris, junto com seus concorrentes da Peugeot e da Ford.

O veículo possua um visual limpo com linhas a frente de seu tempo. Além disso, contava com uma aerodinâmica impecável e versões com motores potentes. Inicialmente, as opções eram o 1.6 com 82 cavalos de potência, 1.8 de 90cv e o 2.0 de 115cv (todos possuíam oito válvulas). Os anos seguintes contaram com novas versões do modelo, com diferencial em motores de dezesseis válvulas.

Após 7 anos de existência, o Vectra ganhou uma nova geração, a qual contou com uma remodelação total. Linhas mais firmes e design extremamente moderno, o carro possuía um dos visuais mais atraentes entre todos seus concorrentes. O motor possuía todas as versões convencionais, além de um estilo turbo, 2.0, tecnologia V6, de 24 válvulas e 170 cavalos de potência. A versão fez muito sucesso no Brasil, onde já em 1997 representava quase 40% das vendas de sedan no mercado nacional.

Do ano de 1995 até 2006, a segunda geração do Vectra contou com várias pequenas remodelações, ganhando novos para-choques e opcionais modernos, sendo um dos primeiros carros a ter um tocador de CD embutido em seu painel.

Em 2006, foi lançada no Brasil a terceira geração do sedan, distribuída pela Chevrolet, outra filial americana da General Motors. Este contou com total reestilização, tornando-se um carro mais robusto, mais largo e mais comprido. Nesse momento, apesar das linhas mais agressivas e do design mais moderno, a linha perdeu uma das suas características mais tradicionais: a aerodinâmica impecável.

Devido às suas características de alto luxo, com preço menos em relação a esse tipo de automóveis, o Vectra se tornou, ao longo do tempo, um carro bastante desejado entre o grande público brasileiro. Contudo, como toda boa linha uma hora tem sua história chegando ao fim, o carro parou de ser produzido, no Brasil, em 2011, quando foi substituído pelo Chevrolet Cruze.

Em comemoração a todos os anos de sucesso, foi lançada uma linha final, com apenas 2 mil unidades produzidas, chamada de Vectra Collection e disponibilizado na cor verde metálico. Ao longo de sua história, foi eleito duas vezes o carro do ano pela revista Autoesporte, em 1994 e 1997.

Leave a comment