Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 3292-7257 (31) 9.9357-1951
óleo essencial de bergamota

Óleo essencial de bergamota

Os óleos essenciais têm ganhado um grande protagonismo nos últimos anos, até pela grande biodiversidade de recursos naturais que encontramos por aqui. O Brasil é um dos países que mais produz óleos essenciais, com aqueles que são provenientes de frutas cítricas sendo os grandes responsáveis por esse sucesso.

Uma questão importante para avaliar os óleos essenciais, principalmente os cítricos, é perceber quanto é necessário para a extração de pequenas quantidades desses óleos que prometem milagres para a sua saúde. O rendimento teto dos óleos cítricos é de cerca de 0,4%, fazendo com que a cada tonelada da fruta processada, sejam obtidos apenas quatro quilos do óleo.

Os óleos essenciais são vários, como cada um oferecendo benefícios específicos para sua saúde, com muitos deles tendo vantagens inclusive focalizando no bem-estar mental, tópico que vem ganhando protagonismo nos debates. Nesse cenário, aparece a aromaterapia, que busca a cura de distúrbios físicos e mentais por meio do forte poder aromático desses óleos essenciais. Um desses óleos cítricos poderosos é o que vem da casca da bergamota, que aliás, é também conhecido como óleo essencial do amor próprio.

A bergamota é uma das frutas cítricas mais famosas do Brasil, principalmente quando pensamos na zona sul do país. Também conhecida como mexerica e laranja-cravo, a bergamota apresenta diversas propriedades capazes de ajudar a sua saúde que chamaram tanto a atenção que, nos dias atuais, a casca da fruta é transformada em um óleo essencial dos mais famosos, que inclusive é conhecido como o óleo essencial do amor próprio.

Antes de falar do óleo em si, vamos repassar um pouco sobre a bergamota enquanto fruta, para já começar a entender alguns de seus benefícios desde a origem. Podendo ser consumida como fruta simples ou em receitas, como por exemplo, sucos e sobremesas, a bergamota ainda oferece folhas e caule da planta que apresentam propriedades nutritivas e podem ser usados na preparação de outras coisas, como infusões e chás.

A bergamota apresenta principalmente propriedades antioxidantes, que atuam no seu organismo no combate a diferentes situações, como na prevenção de doenças cardíacas, no controle da diabetes e hipertensão, na prevenção de acidente vascular cerebral e do colesterol alto, além de fortalecer seu sistema imunológico e melhorar a digestão. Para o melhor aproveitamento de todas essas propriedades positivas e seus valores nutricionais, deve-se consumir a fruta com o bagaço, que contém muitas fibras.

Provavelmente você não sabia disso, mas a bergamota também tem atuação fora apenas dessa parte de alimentação. O extrato dessa fruta pode atuar como hidratante, fazendo com que seja um componente em alguns produtos de beleza como cremes para pele e também para o cabelo. Ajuda na nutrição da pele.

Óleo essencial de bergamota

óleo essencial de bergamota - beneficios
óleo essencial de bergamota – beneficios

O óleo essencial de bergamota é bastante eficiente no tratamento de depressão e vícios, além de ter atuação importante também para ajudar na digestão e contra o congestionamento. O rico, herbáceo e aromático óleo essencial é prensado a frio a partir da casca da bergamota e tem sido recomendado pela Ayurveda – medicina tradicional indiana que busca reestabelecer o caminho do corpo através da deita – para cura de algumas situações como erupções cutâneas, cravos e espinhas, obesidade, febre, depressão, feridas, dor de garganta, perda de apetite, infecções da bexiga e comportamentos compulsivos, entre outros.

O nome bergamota é este por ter vindo de uma província italiana da Lombardia, conhecida como Bergamo. Conhecida no mundo inteiro como um ingrediente do chá Earl Grey, a bergamota e também seu óleo essencial estão na história de várias culturas por seus usos culinários e medicinais.

Dos indígenas aos países do sudeste da Ásia, a bergamota também é conhecida como uma fruta nativa da Grécia. Mais tarde, foi introduzida em outros países da Europa e estava crescendo na África também. Cerca de 80% da produção total de bergamota do mundo é da província de Reggio di Calabria, na Itália.

A bergamota também é chamada como um cruzamento entre uma toranja e uma laranjeira. Estes frutos carnudos e suculentos são frequentemente usados ​​na culinária e a sobremesa mais popular com bergamota nos países do Oriente Médio e a América é a delícia turca. O suco de bergamota tem sido usado na medicina tradicional de Calábria, região do sul da Itália, para o tratamento da malária e outras febres crônicas.

Esta fruta nutritiva e o seu óleo essencial foram utilizados nos medicamentos tradicionais e folclóricos para o tratamento da febre, infecções do trato urinário, acne, psoríase, distúrbios respiratórios, cistite, depressão, problemas digestivos, herpes labial, catapora e ansiedade.

O óleo essencial de bergamota tem sido um componente fundamental em várias formulações de fragrâncias. Também foi usado como um ingrediente principal na Eau de Cologne original por Farina na Alemanha no século XVIII. Também é usado na produção de marmeladas, produtos de tabaco sem fumaça, licor digestivo chamado Liquore al Bergamotto e muito mais.

Como mencionado anteriormente, o óleo essencial de bergamota também é conhecido como o óleo essencial do amor próprio. Por que? Explicamos abaixo, apresentando para você todas as propriedades terapêuticas e as formas de aplicação desse óleo tão versátil e que pode ser utilizado para a saúde mental do ser humano.

Alivia o medo, ansiedade e depressão

óleo essencial de bergamota - tangerina
óleo essencial de bergamota – tangerina

As barreiras emocionais têm sido um assunto cada vez mais discutido, na tentativa de dar mais evidência para a saúde mental, tema grave que ainda não recebe a atenção que merece. Ansiedade, medo, depressão e mudanças frequentes de humor têm um grande impacto na rotina das pessoas, causando efeitos adversos na vida pessoal e profissional.

As razões para essas emoções negativas são muitas vezes inexpressivas e às vezes percebemos que estamos deprimidos ou adiados por nenhuma razão válida. Quaisquer que sejam as causas, o remédio para esses sentimentos não saudáveis ​​deve ser um antidepressivo comprovado que ajuda a elevar os sentidos e estimular a energia positiva.

No entanto, a bergamota aparece como uma boa alternativa ao ser um excelente antidepressivo, além de melhorar o seu humor. Por essas razões, esse óleo essencial é frequentemente utilizado no tratamento de aromaterapia e algumas outras técnicas medicinais alternativas.

Apenas algumas gotas desse óleo essencial de bergamota podem ajudar a melhorar o seu humor, além de lhe fornecerem uma sensação de novidade, estimulando secreção de hormônios que lhe ajudam a superar esses momentos de baixa emocional.

Isso foi comprovado em um estudo coreano que analisou os efeitos do óleo de bergamota na taxa de pulso e na pressão sanguínea. O estudo concluiu ainda que a inalação do aroma energizante do óleo é extremamente eficaz na redução das respostas ao estresse psicológico, pressão arterial em pessoas com hipertensão e o nível de cortisol sérico.

Quem não teria vontade de ter um pedacinho de um spa em casa? Com uma coleção de óleos essenciais, como o de bergamota, isso é possível. Algumas gotas de diferentes óleos, todos com propriedades específicas e diversas vantagens, vão fortalecer vários de seus sentidos, além de melhorar sua circulação de sangue, fortalecer sua mente e lhe proporcionar tranquilidade, além de também acalmar seus músculos.

Combate e protege o sistema contra micróbios nocivos

O óleo essencial de bergamota tem propriedades antifúngicas e antibacterianas que podem ajudar a matar os micróbios existentes e impedir o crescimento de novos micróbios. Um estudo de 2009 publicado no Journal of Applied Microbiology concluiu que a mistura de óleo essencial de bergamota e laranja testada contra duas cepas bacterianas resistentes à vancomicina, mostrou-se eficaz na inibição de crescimentos bacterianos. Também foi dito que estes óleos são uma excelente alternativa aos bactericidas de base química.

Bom para a nutrição da pele

Da mesma maneira que os demais óleos cítricos, o óleo essencial de bergamota tem uma quantidade considerável de vitamina C, fazendo-o ser muito bom para a nutrição da pele. Além disso, possui propriedades cicatrizantes que auxiliam no desaparecimento de cicatrizes, marcas deixadas por espinhas, furúnculos e feridas.

Com suas propriedades antissépticas, vulneráveis ​​e desinfetantes, o óleo essencial de bergamota é um dos melhores óleos para o tratamento de vários problemas de pele como eczema, psoríase, herpes, coceira, feridas, rachaduras, úlceras de pele e outras infecções da pele.

Formas de uso do óleo essencial de bergamota

Assim como grande parte dos óleos essenciais de modo geral, o de bergamota apresenta grande versatilidade e métodos de aplicação. O foco principal é seu aroma e suas capacidades relaxantes, mas o leque de possibilidades dentro desse segmento também é impressionante. Uma simples aromatização do seu ambiente com o óleo essencial de bergamota pode ajudar a combater a depressão, pois o óleo do amor próprio vai levantar o seu astral.

Além disso, o óleo essencial de bergamota tenta atuar também na luta contra a insônia e o nervosismo, por meio de um belo banho de imersão relaxante. Meia hora em um banho preparado a noite com algumas gotas de óleo essencial de bergamota em meio a água e sua tranquilidade e confiança irão mudar para melhor. Ou seja, é um estímulo para autoestima e autoconfiança.

Para as mulheres, o óleo essencial de bergamota pode ser ainda mais interessante, pois pode ajudar no tratamento de males íntimos das mesmas. Leucorreia, cistite e cândida podem ser tratadas a partir de um banho de assento com gotas desse óleo essencial.

 

Leave a comment