Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 3292-7257 (31) 9.9357-1951

Óleo Essencial de Hortelã pimenta

Conheça os benefícios e as especificidades deste composto para a saúde e bem-estar humano

Com a evolução da civilização humana, a rotina foi enquadrada em um padrão de vida cada dia
mais corrido. Nas grandes metrópoles, por exemplo, como São Paulo, Londres e Nova York, os
indivíduos correm para chegar no trabalho, para almoçar, para não perder o trem, para chegar em
casa cedo, etc. O homem com essa rotina mecanizada, cada dia mais se parece com um robô. Ou
melhor, com o desenvolvimento tecnológico e principalmente da evolução da Inteligência
Artificial, as máquinas estão se tornando mais humanas.
A sociedade está cada dia mais frenética e o homem com o sobrepeso da rotina e suas
responsabilidades, acaba ficando sobrecarregado – e o estresse e a depressão são possíveis
consequências diretas. Neste contexto, o indivíduo precisa relaxar e se desligar do mundo, ao
menos por alguns minutos. Com avanços na terapêutica, surge a aromaterapia.

Aromaterapia

O caos pede calma e o humano deve pensar e priorizar o seu psicológico e o seu bem-estar físico.
Com a medicina alternativa, surgiu tratamentos naturais especializados na saúde e qualidade de
vida do ser humano. A aromaterapia, por exemplo, é uma prática que usa de óleos essenciais a
fim de melhorar o bem-estar físico e trabalhar o psicológico do indivíduo. Este tipo de
tratamento é um complemento com outras práticas da medicina tradicional, a qual se utiliza de
diagnósticos precisos para indicar os melhores caminhos dentro de perspectivas baseadas em
evidências.
O fato acima se difere completamente da aromaterapia, essa que é uma alternativa natural e que
está se popularizando na sociedade contemporânea. O tratamento ganhou força, no final do
século XX, na Europa e o método é correlacionado com massagens utilizando óleos essenciais
que são extraídos de raízes, flores e/ou folhas.
Os óleos são pulverizados no ar, aplicados na pele ou até diluídos na água do banho. O modo de
aplicação desses óleos se relaciona diretamente com a necessidade e a tipificação do método a
ser utilizado pelo profissional da aromaterapia. Estudiosos do assunto, afirmam que cada óleo
possui reações diferentes no corpo. Por exemplo, há fragrâncias que tem como função principal o

relaxamento, outras controlar a memória e emoções e ainda aquelas que podem ser estimulantes
afrodisíacos.
Ademais, é importante ressaltar que ainda não existe estudos que comprovem a eficácia deste
tratamento a longo prazo. Entretanto, profissionais afirmam que a prática é importante na
manutenção do bem-estar do corpo e da mente.

Os óleos essenciais e a mente

Cientistas afirmam que o ser humano utiliza cerca de 10% de toda a capacidade do cérebro.
Estuda-se fragrâncias e outras propriedades que possam estimular as atividades cerebrais a fim
de chegar a comprovações científicas que entenda toda a complexidade deste órgão. Os óleos
essenciais, por exemplo, pode ativar o “coração da mente”, ou seja, o Sistema Límbico que está
relacionado com as emoções do ser humano.
As moléculas aromáticas ao entrarem em contato com as substâncias presentes no ar e,
posteriormente, serem inaladas pelo organismo, faz com que exista instantaneamente uma
conexão que afeta não só o sistema respiratório, mas também o Sistema Límbico que é uma das
partes que compõe todo o órgão cerebral.
É por meio deste sistema que é possível controlar e regular os sentimentos, emoções e as
memórias que faz parte do bem-estar geral do indivíduo. Além disso, é o Sistema Límbico que
regula o aprendizado humano e a energia física. Os aromas disparam no organismo
neuroquímicos que ao entrarem em contato com esse sistema, faz com que o organismo
desenvolva certas ações e reações específicas que podem variar de acordo com a composição
presente em cada substância aromática.
Os óleos essenciais podem causar no organismo uma sensação sedativa, ou estimulante, ou
relaxante ou eufórica. Cada reação se relaciona diretamente com os compostos presentes no óleo.
Dessa forma, faz-se possível o controle das emoções essas que se sediam exatamente neste ponto
do cérebro. Além disso, é no límbico cerebral que se produz as sensações de raiva, dor, alegria,
medo, afeto, etc.
Por isso, o óleo pode ser um estimulante e relaxante, pois possui especificidades que agem no
centro dos problemas. Com a vida humana cada vez mais acelerada, tratamentos terapêuticos são

cada vez mais urgentes e necessários. Os estudos da Aromaterapia estão evoluindo e com o
tempo poderemos dizer quais são os seus reais efeitos no organismo.

O óleo essencial de hortelã pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta é uma das tipificações de fragrâncias utilizada pela
Aromaterapia. As propriedades existentes neste composto possuem poder analgésico,
adstringente, antiespasmódico, anti-inflamatório, expectorante, calmante, entre outros. Somados,
a hortelã e a pimenta estimulam o metabolismo e a quebra das células de gordura, além de
estimular e regular o fluxo menstrual da mulher.
Ademais, este óleo também é usado pela medicina alternativa que, segundo praticantes, faz com
que dores reumáticas, inflamações e neuralgias sejam aliviadas. Além de seres utilizados também
para o tratamento de gripes e resfriados. O composto também é conhecido por aumentar a
concentração do indivíduo e estimular a memória.
O óleo é usado também para a aromatização do ambiente, especificamente nas práticas da
Aromaterapia. O óleo essencial ajuda no processo de controle da mente e das reações emocionais
extremas, como o estresse e a ansiedade. Recomenda-se cerca de 3 a 5 gotas no ar e a aplicação
de métodos da massagem por profissionais que aderem a Aromaterapia.
De cor amarela, o óleo possui um sabor amentolado e também possui um aspecto refrescante. O
hortelã-pimenta ajuda no crescimento capilar, no controle da acne, ajuda na digestão e também
alivia o estresse a tensão muscular. Os seus compostos agem diretamente na circulação
sanguínea, por ajudar na oxigenação e no metabolismo humano.
O padrão terapêutico do óleo faz com que as suas propriedades sejam popularmente conhecidas e
disseminadas na medicina alterativa. Essa que vem crescendo na sociedade contemporânea, na
qual suas práticas estão sendo cada vez mais difundidas e procuradas pelas pessoas. Além da
Aromaterapia, há também Homeopatia e a Acupuntura – ambos são reconhecidos por sua eficaz
e são recomendados por especialistas da medicina tradicional.

Leave a comment