Plano de negócios para loja de roupas - Marcas e Patentes BH
0800 580 0363 (31) 3292-7257 (31) 9.9357-1951
Plano de negócios para loja de roupas

Plano de negócios para loja de roupas

A criação de uma loja de roupas é uma das formas mais comuns de empreendedorismo e, por essa razão, é válido preparar um exemplo explicativo de um plano de negócios para essa atividade. Desde a abordagem da ideia de negócio até a estimativa de vendas e resultados, a leitura deste artigo é de grande ajuda para quem quer abrir uma loja de roupas.

 

Abordagem da ideia de negócio

Há muitas maneiras de elevar o modelo de negócios de um projeto de loja de roupas. Pode ser uma atividade em si online ou local, pode fazer múltiplas – marca ou não entrar em uma rede de franqueados, e não é a opção de vender próprias criações ou terceirizar o design. O vestuário pode ser “prêt-à-porter” ou feito sob medida, dirigido a um público em geral ou, ao contrário, a um segmento muito específico.

Antes de iniciar o negócio, é essencial considerar todas essas opções (e muitas mais) para definir e elevar corretamente o plano de negócios. Neste exemplo, vamos imaginar que uma loja de roupas femininas é aberta, focada em tamanhos grandes e com modelos de design próprio, embora sejam terceirizadas.

 

Equipe de promotores de projetos

Para este tipo de negócio, o ideal é ter um promotor com experiência em moda, ainda melhor se você puder combinar a experiência em vendas e design de roupas. Devemos estar muito conscientes de que as pequenas lojas em geral estão desaparecendo em favor do crescimento de grandes redes e marcas, e conhecer o funcionamento dessas empresas líderes é uma vantagem para poder competir com elas.

 

Localização

Uma loja de roupas, como muitas outras empresas, se beneficia da proximidade de outras lojas semelhantes. Você não tem que ter medo da concorrência, mas estar perto dos concorrentes permite que os clientes que os visitam passem pela vitrine do novo negócio, e com um pouco de sorte e sucesso no design da vitrine, que eles querem ir para experimentar roupas e acessórios, que é o primeiro passo para comprar.

Portanto, os locais ideais para uma loja de roupas com essas características são as ruas comerciais dos centros urbanos, assim como shopping centers e, em geral, áreas com alta densidade de lojas. Em alguns casos, se a abordagem comercial for muito específica e tiver como alvo uma clientela restrita, um local mais distante de outras lojas também poderia funcionar. No caso deste plano de negócios, a clientela objetiva é um segmento importante da população, portanto a localização deve ser em uma área comercial.

 

Concorrência

Existem vários concorrentes significativos neste segmento de mercado:

As lojas independentes especializadas. Em todos os centros populacionais importantes, geralmente há uma loja física dedicada ao vestuário feminino.

As cadeias especializadas. Existem várias empresas do setor, como a rede de outubro, que cobre a maior parte do território espanhol.

As seções especializadas das grandes marcas de moda. Ambas as cadeias conhecidas, como H & M, Kiabi ou C & A (para citar alguns) e lojas de departamento como o El Corte Inglés, têm grandes secções.

As lojas on-line. É uma competição que não deve ser desconsiderada, já que no caso da compra de roupas superdimensionadas para mulheres, um desejo de maior privacidade no momento da compra pode influenciar alguns compradores, algo que a Internet favorece.

A abordagem de negócios deve, portanto, insistir nas vantagens da nova empresa em relação a essa concorrência, como a flexibilidade de ser uma marca pequena (no que diz respeito às correntes), a dedicação de 100% aos tamanhos grandes (em relação às seções nas lojas). generalistas), ou a possibilidade de experimentar roupas no momento e decidir comprá-las ou não (em comparação com as lojas online).

 

Mercado e clientela objetiva

Mercado e clientela objetiva
Mercado e clientela objetiva

Em outro exemplo de plano de negócios, discutimos a possibilidade de montar uma clínica médica especializada em obesidade. E isso não é coincidência, uma vez que os índices de obesidade e sobrepeso tendem a crescer ainda mais e, além disso, tem-se percebido uma tendência de valorização da autoestima das pessoas acima do peso através da produção de roupas com tamanhos mais variados.

Essa evolução afetou tanto homens quanto mulheres, o que faz com que o mercado de roupas para tamanhos grandes tenha uma demanda maior a cada ano. Ao mesmo tempo, as tendências dominantes da moda nos últimos anos são exibidas em modelos muito finos, e uma parte importante do mercado é esquecida. É por isso que os designs modernos adaptados à morfologia das mulheres de grande porte podem ser bem-sucedidos nesse segmento de mercado.

Entender qual é o público alvo da loja é um ponto fundamental para o sucesso comercial, uma vez que se consegue guiar melhor as atividades de divulgação e composição das peças disponíveis.

 

A importância do showcase e design da loja

Além de ter roupas que os clientes gostem, é essencial cuidar de dois aspectos da apresentação:

O mostruário da loja tem que convidar as pessoas que passam em frente à loja para entrar. É uma boa ideia observar o que a concorrência faz e obter boas práticas.

O layout interior da loja também é muito importante. Os clientes devem poder ver os modelos de que gostam, ter um espaço para experimentá-los sem ter que fazer fila e, em geral, ter uma boa experiência de compra.

É importante ter um cuidado com a identidade da loja. Se quer passar uma ideia de conforto, a loja precisa ser confortável para os clientes, assim como se a ideia principal for de despojamento, sofisticação, ou qualquer outro aspecto. Além disso, a questão da identidade deve estar alinhada à marca.

 

Investimento necessário

Montar uma loja de roupas envolve investir em uma loja (geralmente requer um pouco de reforma), comprar alguns móveis (para apresentar roupas) e, claro, comprar um estoque inicial.

Em muitos casos, os prazos de entrega de uma loja de roupas podem ser longos. Na abordagem que fizemos o nosso próprio projeto, mas de fabricação terceirizada, ele terá de decidir entre a possibilidade de confecção de vestuário em um local específico com os prazos e falta de flexibilidade em caso de desacordo, ou magra em algumas empresas locais, ou até mesmo uma rede de costureiras. A primeira opção é mais barata, a última mais cara, mas com prazos mais apertados

 

Despesas

As principais despesas de uma loja de roupas são o salário dos trabalhadores e o aluguel das instalações. Dependendo da cidade, da localização da loja e do tamanho da loja, o aluguel pode variar muito. Além disso, não esqueça de um orçamento inicial em publicidade.

 

Custo de vendas

Como mencionamos anteriormente a respeito do investimento nos estoques iniciais, o custo das roupas vendidas pode variar muito de acordo com a estratégia usada, mas também muda dependendo da qualidade dos tecidos escolhidos. No entanto, geralmente há uma proporção aproximada de 2,5 entre o custo e o preço de venda de uma peça de roupa.

 

Estimativa de vendas e resultados

É importante ser prudente nas previsões de vendas e não ser otimista em relação às despesas. Melhor começar com um colchão importante, pessoalmente financiado e / ou com um empréstimo, para poder enfrentar os primeiros meses de atividade com alguma margem. A partir do segundo ano, quando a atividade é consolidada e a loja é mais conhecida, os resultados devem ser positivos.

 

Leave a comment