Termogenico

Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece?

Concessionária Fiat BH

O que são os termogênicos – Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece?

Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece? – Alguns alimentos, como canela, gengibre, pimenta vermelha, laranja, kiwi, mostarda, acelga, couve, linhaça, guaraná, aspargos, chás verde e de hibisco e café  são considerados termogênicos devido à propriedade de impor obstáculos à digestão, o que exige um maior gasto de energia do organismo na digestão deles, que é transformada em calor, de maneira a aumentar a temperatura corporal.
Esse aumento também leva à aceleração do processo metabólico, um conjunto de reações que sintetizam e quebram as biomoléculas dos alimentos ingeridos, produzem energia e convertem os nutrientes em precursores de macromoléculas.
A aceleração desse metabolismo faz a queima de energia e de gordura aconteça de maneira mais rápida e intensa.
É possível observar, ainda, que mesmo entre os alimentos termogênicos, existem diferenças de resultados, sendo alguns mais potentes que outros nesse sentido.

Como os termogênicos agem no organismo – Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece?

A termogênese, provocada pelos alimentos termogênicos, é o processo de produção de calor nos organismos de animais como os mamíferos e as aves e até algumas plantas, conhecidas como plantas termogênicas, e é essencial para o processo de adaptação da temperatura corporal de acordo com as condições externas e internas, chamado termorregulação.
O aumento da temperatura corporal por meio desse processo, que ocorre principalmente com a finalidade de equilibrar a temperatura do corpo com a do ambiente, mas também pode ser induzido com a alimentação, como nesse caso, promove gasto energético, pois as células passam a produzir mais calor do que o que já produzem para seu funcionamento, usando energia para isso e, assim, gerando gasto calórico.
Assim, tem-se 3 tipos de termogênese: a EAT (Exercise-associated thermogenesis), termogênese associada a exercício, ou seja, a esforço do corpo, ocorrendo devido aos exercícios físicos e aos processos fisiológicos, a NEAT (Non-exercise activity thermogenesis), termogênese de atividades que não o exercício, que correspondem ao esforço não relacionado a esportes ou a processos fisiológicos, como por exemplo, atividades do dia-a-dia, e, por último, a DIT (Diet-induced thermogenesis), termogênese induzida pela dieta, que é a termogênese ocorrida devido à ingestão de alimentos com propriedades termogênicas.

Os suplementos termogênicos – Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece?

Assim, surgiu o interesse de obter as propriedades termogênicas dos alimentos que as possuem de maneira mais intensa e eficaz e mais prática, o que deu origem aos suplementos termogênicos.
Os suplementos termogênicos podem ter em suas composições vários dos alimentos termogênicos, combinando suas propriedades, mas o principal componente encontrado é a cafeína, que é conhecida por, além de acelerar significativamente o metabolismo, ser muito estimulante.

O processo de emagrecimento com termogênicos – Em quanto tempo o uso de termogênicos emagrece?

Desse modo, vários atletas e pessoas interessadas no emagrecimento e no ganho de massa muscular passaram a consumir os alimentos com propriedades termogênicas, como por exemplo, o chá de gengibre com canela, e os suplementos termogênicos.
O consumo deles acelera muito o metabolismo, intensificando, assim, a queima de gordura, o que contribui com a perda de peso e de medidas, e tem efeito estimulante, possibilitando a prática dos exercícios físicos com mais qualidade, o que é de grande ajuda no aumento da massa muscular.
É importante, frisar, entretanto, que apenas esse consumo isoladamente, não combinado a uma alimentação balanceada e/ou à atividade física regular, pode não trazer os resultados esperados, mas se combinado a essas práticas, potencializará os resultados e acelerará o alcance dos objetivos, não sendo possível, contudo, contabilizar numericamente os resultados atingidos devido à interdependência em relação aos outros hábitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *