Termogênicos

  Termogênicos

termogenicos naturais

A busca pelo emagrecimento é uma das maiores ânsias do mundo contemporâneo. Muito além do aspecto estético, os avanços científicos das últimas décadas estabelecem uma série de vastas referências que relacionam o sobrepeso a uma série de doenças crônicas responsáveis por boa parte das mortes em todo o mundo, como diabetes, hipertensão, AVC e demais doenças cardíacas.
Nesse contexto é normal que surjam sempre as opiniões e milhares de fórmulas mágicas que se comprometem com o fim da barriga, dos famigerados “pneuzinhos” e a promessa de um corpo sarado e saudável.
O certo é que ainda não se conhece um método de emagrecimento mais eficiente do que estabelecer uma dieta saudável e balanceada e a prática de exercícios físicos. Ainda assim, conhecer sobre os efeitos de certos exercícios e alimentos pode ser bastante útil para se obter resultados de forma mais rápida e duradoura.
Por exemplo, de pouco adianta se saber as necessidades calóricas e nutricionais necessárias em um dia se você não souber a composição dos alimentos. Qual é rico em gorduras, ou carboidratos, ou vitaminas, ou proteínas, ou fibras ou quaisquer outras características.
Além da composição nutricional, cada alimento tem componentes que interferem na forma como o corpo é regulado. Podendo aumentar ou diminuir a pressão arterial, a sensação de calor, cansaço e várias outras funções orgânicas.
É aí que entra um grupo de alimentos com uma característica bastante interessante e importante para quem busca emagrecer, os termogênicos!
Já ouviu falar? Sabe como funcionam? Sabe quais são? Confira essas e outras respostas no texto a seguir:

  • O que são termogênicos

    alimentos termogenicos

    alimentos termogenicos

O próprio nome já diz muito sobre o que são termogênicos. A palavra é composta por “termo”, que diz respeito a temperatura, calor e “gênico”, derivado de gênese, ou seja, origem, formação. Portanto, basicamente termogênicos são elementos que tem a propriedade de gerar calor.
Até aí tudo certo, mas o que isso tem a ver com emagrecimento?
Bom, para produzir calor, o corpo gasta mais energia e promove uma aceleração do metabolismo, que é basicamente a atividade celular.
O corpo humano tem várias formas de fontes de energia, que podem ser divididas entre primárias e secundárias. Essa classificação diz respeito a quando a fonte de energia é usada, as primárias antes e as secundárias depois.
Basicamente as proteínas e carboidratos são utilizados antes pelo corpo humano do que as gorduras, que passam a ser usadas como fonte de energia quando as duas primeiras já não estão presentes na quantidade suficiente para prover a energia necessária para a realização de uma atividade.
É por esse motivo que às vezes é difícil queimar gordura, já que ela só é utilizada depois de outras fontes de energia. Essa transformação de nutrientes em energia acontece dentro das células.
É por isso, portanto, que quando se promove uma aceleração da atividade celular o corpo torna-se mais propenso a queimar gorduras, uma vez que acelera a utilização das formas primárias de energia.

  • Tipos de termogênicos

    termogenicos

    termogenicos

Agora que já se sabe um pouco mais sobre o que são termogênicos e como eles atuam ajudando a emagrecer, é hora de descobrir quais são as substâncias com essa propriedade.
Para tornar a explicação mais simples é possível dividir os termogênicos em dois grandes grupos: os termogênicos naturais e os suplementos termogênicos.
Os termogênicos naturais são os alimentos que contém propriedades termogênicas, que podem variar de quantidade de acordo com o alimento. No decorrer do texto listaremos os principais alimentos com qualidades termogênicas.
Os suplementos termogênicos são formas manipuladas de concentrar em forma de pílulas, cápsulas ou pó os elementos termogênicos. Mais a frente listaremos os principais suplementos termogênicos do mercado.

  • Termogênicos naturais

A lista de alimentos com propriedades termogênicas é bastante extensa e existem várias possibilidades de uso. Isso pode ser interessante para criar uma dieta rica em alimentos termogênicos e ao mesmo tempo saborosa. Confira alguns dos principais alimentos com propriedades termogênicas.
 

Canela:

A canela aumenta significativamente o metabolismo do corpo humano e por isso ajuda a emagrecer, facilitando a queima de gorduras. Além disso, a canela tem um alto teor de cálcio mineral, substância atuante no processo de emagrecimento. A canela ainda é uma das especiarias mais valorizadas, podendo dar um sabor a mais tanto para comidas doces como para comidas salgadas.
 

Gengibre:

O gengibre é um dos alimentos termogênicos com utilização mais ampla. Ele pode ser usado para temperar molhos, carnes marinando, pode ser comido cru, misturado com outras ervas e também na forma de chá, a mais popular delas. O gengibre, além de acelerar o metabolismo é uma alternativa interessante para curar problemas respiratórios, complicações do sistema cardiovascular e, claro, doenças que tem o sobrepeso como fator de risco.
 

– Hibisco:

O hibisco é uma flor muito utilizada para fazer chá. O chá de hibisco acelera o metabolismo de forma rápida e tem efeitos interessantes na perda de gordura. Além disso, o chá de hibisco pode ser preparado junto com outros chás termogênicos como o chá de canela e o chá de gengibre. Além de suas propriedades termogênicas o chá de hibisco ajuda a controlar a pressão arterial, a regular os níveis de colesterol e triglicérides, previne contra o cálculo renal e vários outros benefícios.
 

Chá verde:

O chá verde é fruto da infusão da planta Camellia sinensis e é umas das melhores alternativas para queimar gorduras. Isso se deve a presença da substância epigalocatequina galato, que estimula a ação de enzimas que interferem no metabolismo das gorduras e incentiva sua quebra. Além da propriedade termogênica o chá verde também se provou útil para prevenir doenças como diabetes e hipertensão.
 
 

– Pimenta vermelha:

O que torna a pimenta vermelha um alimento com propriedades termogênicas é sua alta concentração de capsaicina, que é uma substância que atua promovendo o aumento da temperatura do corpo e, portanto, a aceleração do metabolismo, facilitando a quebra de gorduras. Estudos apontam que a pimenta vermelha aumenta a atividade celular em até 20%. Além de tudo isso ela ainda é um condimento que pode dar sabor especial a pratos quentes, caldos e saladas!

  • Suplementos termogênicos

Os alimentos com propriedades naturalmente termogênicas não são a única forma de se obter esses elementos e com eles perder o peso desejado. Existem vários suplementos alimentares que reúnem substâncias termogênicas que ajudam o corpo a perder gordura e ganhar massa muscular. Confira os principais exemplos:

Stimerex:

Como em qualquer termogênico que se preze, o Stimerex atua aumentando o metabolismo do corpo e ajudando a queimar gorduras, mas seus efeitos não param por aí. O produto ainda ajuda a reduzir o apetite e o inchaço provocado pela retenção de líquidos. O Stimerex normalmente é vendido em cápsulas e a dosagem ideal é de uma cápsula por dia, junto com uma refeição como jantar ou almoço.
 

Lipo 6:

Trata-se de um termogênico muito utilizado por quem busca, além da queima de gordura, um aumento de massa muscular. Basicamente o Lipo 6 funciona em quatro fases. A primeira é a termogênica, queimando gordura; a segunda é a que inibe o apetite, também favorecendo a perda de peso; a terceira elimina líquidos em excesso, reduzindo a sensação de inchaço; e a quarta é a que chama a atenção de quem busca ganhar músculos, já que se trata de uma atividade anticatabólica, ou seja a degeneração dos músculos.
 

Black Mamba:

Esse suplemento atua promovendo a queima de gordura através da aceleração da atividade celular, o que também atua provendo mais energia e aumentado a sua duração, melhorando a atenção e percepção mental e controlando o apetite. É composto basicamente por cafeína e substâncias presentes em plantas da espécie Ephedra fragilis.
 

Lipodrol:

o lipodrol atua deixando o metabolismo acelerado e tem como função principal a redução de gorduras no corpo. Sua composição básica inclui cafeína, óleo de gergelim, amido de milho e celulose. A recomendação de dosagem é que sejam consumidas duas cápsulas por dia, juntamente com as refeições.
 

– Sineflex:

é composto basicamente por cafeína e sinefrina, duas substâncias que aceleram significativamente o metabolismo do corpo. Além disso, o Sineflex possui propriedades que bloqueiam a gordura presente nos alimentos ingeridos, evitando que ela se aloje no corpo.

  • Outras formas de se perder peso

Como já foi salientado no começo do texto, os termogênicos não são substâncias milagrosas que queimarão as gorduras sozinhos. Eles ajudam no processo de emagrecimento, muito porque tornam as moléculas de gordura mais fáceis e disponíveis para serem queimadas e transformadas em energia.
Para se queimar essa energia é preciso realizar alguma atividade que faça com que o corpo a exija e então a busque nas gorduras armazenadas no organismo. Portanto, uma combinação de exercícios físicos e elementos termogênicos é muito importante para se chegar ao resultado almejado.
A alimentação é outro ponto básico e importante que não pode ser deixado de lado. De nada adianta favorecer o processo de queima de gorduras através de termogênicos se em sua alimentação as gorduras forem predominantes e o estoque seja renovado a cada instante. É importante estabelecer uma dieta não somente saudável como balanceada, levando em consideração as atividades praticadas, a altura, tipo físico e o peso ideal que se pretende chegar.
É sempre bom lembrar que perder peso só é saudável se o processo ocorrer de forma saudável. O uso indiscriminado de termogênicos pode acarretar em complicações de saúde que o deixarão longe de ter alcançado um padrão adequado de vida.
 

  • Riscos dos termogênicos

 
Os termogênicos, em especial os suplementos, são substâncias que tem capacidades de alteração no funcionamento normal do corpo humano, é basicamente dessa capacidade que advém os benefícios relacionados a seu uso, destacando-se a perdad de peso.
Ainda assim, é necessário tomar cuidado com o uso de qualquer substância que tenha capacidades significativas de alterar a forma como o corpo rege seu funcionamento. Por isso fique atento a alguns dos riscos que envolvem o consumo de termogênicos:
 

– Problemas hepáticos

O fígado é um dos maiores órgãos do corpo humano, portanto, responsável por muitas funções metabólicas. Dentre as mais importantes estão a transformação das substâncias presentes nos alimentos em nutrientes passíveis de uso pelo organismo, a filtragem de elementos nocivos e a decomposição da gordura como fonte de energia.
Alguns suplementos podem comprometer a saúde do fígado e até leva-lo à insuficiência aguda, quadro que pode se desenvolver de forma rápida, em dias ou semanas, um ritmo muito mais rápido do que o percebido, por exemplo, no fígado de uma pessoa alcoólatra.
A insuficiência hepática aguda tem sintomas como: aumento da pressão no cérebro, sangramentos excessivos e até a falência do órgão. Portanto, se for fazer uso de suplementos termogênicos fique atento à composição e busque ajuda médica antes de fazer a escolha da marca certa.
 

            – Overdose de cafeína

A maioria dos suplementos termogênicos tem em sua composição altas dosagens de cafeína. Essas quantidades excessivas podem ocasionar uma overdose de cafeína que tem como principais sintomas a insônia, ansiedade, nervosismo, enjoos e vômitos.
Deve-se estar atento para a possibilidade de uma overdose de cafeína, uma vez que não é nada difícil chegar até esse ponto quando se toma doses muito elevadas da substância através de suplementos. Para quem já excedeu as doses diárias do suplemento, uma única xícara de café já pode ser o suficiente para que o corpo obtenha cafeína em quantidades nocivas.
Os efeitos do excesso de cafeína no corpo devem ser levados em consideração principalmente por quem sofre de ansiedade e nervosismo. Essas pessoas devem pensar algumas vezes antes de iniciar o uso de termogênicos e o uso deve ser descontinuado caso esses sintomas se agravem.
 

            – Dores no peito

O aumento da atividade metabólica de maneira brusca pode ocasionar dores no peito, relacionadas aos sintomas da ansiedade e nervosismo somados ao aumento da pressão arterial.
 

            – Aumento da pressão arterial e frequência cardíaca

Esse efeito ocorre por conta de algumas substâncias presentes em termogênicos para a inibição do apetite, mas que podem ter como efeito colateral aumentos na pressão, na frequência cardíaca e, por consequência, mal estar, tontura e náuseas.
 
 
 
 
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *